Parece mas não é [álbum]

by Rés-do-Chão

supported by
/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
2.
3.
03:52
4.
03:01
5.
6.
03:12
7.
01:17
8.
02:40
9.
02:25
10.
02:28
11.
12.
13.
04:01

credits

released June 17, 2014

Letras e melodias: Rés-do-Chão
Estúdio: Estúdio dos Macacos, Alcochete
Produção: João Eustáquio Pires (eustaquiopires@gmail.com)
Gravação: João Eustáquio Pires
Misturas: João Eustáquio Pires e Rés-do-Chão
Masterização: João Eustáquio Pires
Artwork: Tiago Cacho

tags

license

all rights reserved

about

Rés-do-Chão Lisbon, Portugal

Os Rés-do-Chão formaram-se em 2011, a partir de influências punk rock e pop punk americano da década de 90, com músicas criativas e letras originais e divertidas em português.

Não fiquem surpreendidos se no final do espetáculo terminarem a noite a assobiar as nossas melodias… elas provocam esse efeito.
... more

contact / help

Contact Rés-do-Chão

Streaming and
Download help

Track Name: Cátia Não Cases
Foi em 2003,
que te vi pela primeira vez,
sentada a porta do café.

Eu era puto e sem saber,
disse coisas que quero esquecer,
mas já não dá para voltar atrás.

E agora estás comprometida,
o que é que fizeste à tua vida?


Oh Cátia, não cases...
O tempo passa depressa
mas não tenhas pressa,
tu vais-te arrepender

Por isso Cátia, não cases...
Já não és uma criança,
mas ainda há esperança,
não te prendas por alguém,
não cases Cátia.

Sei que fui eu que te afastei,
quando me aproximei,
naquele dia no café.

Mas só queria perceber,
o que foi acontecer,
às escolhas que fizeste?

E agora estás comprometida,
o que é que fizeste à tua vida?

Oh Cátia, não cases...
O tempo passa depressa
mas não tenhas pressa,
tu vais-te arrepender

Por isso Cátia, não cases...
Já não és uma criança,
mas ainda há esperança,
não te prendas por alguém,
não cases Cátia.

E o tempo passou,
muita coisa mudou.
E o tempo passou,
só o silêncio ficou.

E agora estás comprometida,
o que é que fizeste à tua vida?

Oh Cátia, não cases...
O tempo passa depressa
mas não tenhas pressa,
tu vais-te arrepender

Por isso Cátia, não cases...
Já não és uma criança,
mas ainda há esperança,
não te prendas por alguém,
não cases Cátia.
Track Name: Nós Devíamos Juntar-nos
Mais um dia a pensar naquilo que está feito,
às vezes eu penso demais, é o meu maior defeito.
Se não fizer eu vou parar, será que estou errado?
Mas ao agir se correr mal não vou a nenhum lado.

Tu e eu somos iguais, perdemos tanto tempo
com questões que são banais no nosso pensamento.
Escondemo-nos de tudo o que está lá fora,
é altura de mudar chegou a nossa hora.


Nós deviamos juntar-nos e saír um dia.
Nós deviamos juntar-nos e curtir a vida.

O tempo passa a correr,
nem vejo as horas a passar.
O tempo que estás a perder,
perdemos juntos a pensar

Mais um dia a esperar
por algo que não vai voltar.
Mais um dia a pensar
que quero ir para outro lugar contigo.
Track Name: Baile
Convidei-te para o baile,
disseste que ias pensar.
Aguardavas o convite
do rapaz popular.

A noite já ia longa
e tu sempre a esperar.
Ele não apareceu,
foste para casa a chorar.

Porque é que insistes?
Ele não quer mas não desistes.
Eu sei para ti ele é o primeiro,
mas eu esperei o ano inteiro.

Dança comigo só esta noite.
Eu sei que é impossível haver algo entre nós mas,
Dança comigo só esta noite.
E amanhã ninguém vai saber.

Convidei-te para o baile
disseste que não ia dar.
Esperavas o convite
do rapaz popular.

A noite acabou,
e tu ficaste no mesmo lugar.
Mesmo assim não aceitaste
o meu convite para dançar.

Porque é que insistes?
Quando ele quer tu não resistes.
Eu sei para ti ele é o primeiro,
mas eu esperei o ano inteiro.
Track Name: Raquel
Final das férias em Agosto
o Verão está a acabar
Não há motivos para sorrir.

Outro convite para actuar,
mostrar o nosso bom som,
fazer-me à estrada e curtir.

Organizadora é linda
e por ela eu me apaixonei,
trocámos olhares à distância.

Ela diz que tem namorado,
isso eu já bem sei,
só não quero dar muita cana.

Mas nem tudo são boas notícias,
Como hei de lá chegar?
Opel Astra de ’86,
será que vai aguentar?


Desculpa Raquel o meu carro é GPL (4x)

E outro dia eu sonhei
que o espectáculo estava a dar,
e ela em baixo a olhar para mim.

E sorria, aplaudia,
com o seu belo olhar,
será que quer dizer que sim?
(eu acho que sim)

Mas o carro não aguenta,
isso é tão longe daqui.
Será que um dia me vais perdoar?
Por favor Raquel diz que sim.
Track Name: Miúda do Autocarro
Ia no 36 a caminho de casa
quando olho lá para trás e vejo uma brasa.
Segui em frente e sentei-me mesmo ao lado,
tentei falar-lhe mas fiquei ali calado.

Acho que estou apaixonado...

Pela miuda do autocarro,
saímos na mesma paragem.
Ela pediu-me um cigarro
e desvaneceu-se na paisagem.
Ou terá sido uma miragem...?

Cabelo preto apanhado com um laço,
olhar sereno é a lua do meu espaço.
Quando eu chegar se estiver tudo ocupado,
com ela tenho sempre um lugar marcado.

Agora vou para qualquer lado...

Com a miuda do autocarro,
saímos na mesma paragem.
Ela pediu-me um cigarro
e desvaneceu-se na paisagem.
Ou terá sido uma miragem...?

No outro dia cheguei atrasado e ela não estava
Ou apanhei o autocarro errado...
Será que a vou voltar a ver?
Track Name: Adolescentes
Comecei uma banda para te conquistar
eu juro que até me esforcei.
No fim só te consegui afastar,
mas pelo menos eu tentei.

Indie-rock, hardcore e funk,
Heavy metal mas nada de punk...
Às vezes penso se ainda pensas em mim,
enquanto pensas se eu penso em ti.

Levei-te ao cinema para te agradar,
não gostaste do filme que escolhi.
Nunca pude fazer mais que tentar,
mas de ti eu nunca desisti.

Só comédias, drama e animação,
Ficção, romance e nada de acção...
Às vezes penso se ainda pensas em mim,
enquanto pensas se eu penso em ti.

Oh não, não pode ser...
Isto não pode estar a acontecer!
A minha vida é mais um filme...

Oh não, não pode ser...
Alguém me ajude já não sei o que fazer!
A minha vida é mais um filme
de adolescentes!
Track Name: Alguém
Só queria encontrar alguém,
Só queria encontrar alguém!

Que gostasse do que eu faço
e fizesse o que eu gosto,
Eu gostava de encontrar,
Alguém, alguém!

Que me achasse engraçado
quando estou mal humorado.
Procurei mas não encontro
Ninguém, ninguém!

Só queria encontrar alguém...
mas não encontro mais ninguém!

Vejo casais de mão dada a passear
e eu a olhar sozinho.
Nasci na altura errada
ou é apenas o meu destino?

E tudo o que eu queria,
era encontrar um dia...

Alguém,
que fosse comigo ao cinema.

Alguém,
a quem pudesse contar os meus problemas.

Alguém,
E fazer tipo outras cenas.

Alguém, alguém!
Só queria encontrar alguém!
Track Name: Nada
Quando ouvi hoje o relógio a tocar
não queria nada ter que me levantar.
E ouvia lá fora a chuva a caír
e passava o dia todo a dormir.

(1, 2, 3, 4)

Nada, eu não quero fazer nada.

E só mais tarde quando me levantei,
lembrei-me que tinha teste e faltei.
Daí eu ter que acordar tão cedo
mas às vezes há coisas que não me lembro.

(5, 2, 3, 1)


Nada, eu não quero fazer nada.
Track Name: Sem Namorada
Conheci uma miúda na minha faculdade,
ela é especial, não há ninguém igual.
Mas ela não gosta de rapazes,
O que é que eu vou fazer agora?

Eu já tentei de tudo,
até já me vesti de mulher...
Mas ela não quer, mas ela não quer!
Porquê?

Porque é que eu fui gostar
da rapariga errada?
Devia ter escolhido alguém
Sem Namorada.

No outro dia fui até ao bar,
ela estava a namorar,
estavam-se a beijar.

Não é fácil aceitar a rejeição,
muito menos quando és trocado
pelo sexo errado!

Eu já tentei de tudo,
até já me vesti de mulher...
Mas ela não quer, mas ela não quer!
Porquê?

Porque é que eu fui gostar
da rapariga errada?
Devia ter escolhido alguém
Sem Namorada.
Track Name: Anti-Social
Ela gosta de sair,
eu prefiro ficar em casa a dormir.
Passa os dias a curtir,
e ouve bandas que eu não suporto ouvir.

É por isso que ela nunca vai sair,
Com um anti-social andar.
Com um tipo tão normal...
Eu sei, sou preguiçoso
e às vezes orgulhoso para mudar...
Ela nunca vai ser o meu par!

Já pensei em desistir...
Ela promete que o melhor ainda está para vir!

Mas é só para me iludir
e eu fico à espera do que vem a seguir.

É por isso que ela nunca vai sair,
Com um anti-social andar.
Com um tipo tão normal...
Eu sei, sou preguiçoso
e às vezes orgulhoso para mudar...
Ela nunca vai ser o meu par!

Se me deres uma oportunidade,
vou mudar e digo a verdade.
E seremos só os dois,
sem segundas intenções,

E talvez um dia tu queiras sair,
Com um anti-social andar.
Com um tipo tão normal...
Eu sei, sou preguiçoso
e às vezes orgulhoso para mudar...
Ela nunca vai ser o meu par!
Track Name: Roupa Interior
Eu dava tudo só para te ver nua,
Mas o teu pai ia matar-me se descobrisse,
Que eu passo horas a espreitar à tua janela
Mas as cortinas não me deixam ver.

E tu provocas ao olhar p’ra mim
mas não te importas de me ver assim.

Deixa-me ver além da roupa interior,
Eu já nem peço o teu amor.
Eu sou assim, não resisti,
desde o primeiro dia em que te vi.

Não é fácil quando eu tento subir
à árvore do teu quintal.
Tenho as calças a cair,
Mas mesmo assim, não deixo de espreitar.


Não vejo nada! Vá lá deixa-me entrar...
Não mostras nada, e eu fico a imaginar...

Deixa-me ver além da roupa interior,
Eu já nem peço o teu amor.
Eu sou assim, não resisti,
desde o primeiro dia em que te vi.
Track Name: Nada a Perder
Ela pede para abrandar,
“Não nos vamos precipitar”
Ela nunca gostou de pressas...

Mas se depressa eu começar,
e no chão eu terminar,
temos o quarto às avessas.

Sentimentos, pensamentos,
que tudo pode resultar.
Contratempos, por momentos,
eu deixo de acreditar.

E ela diz que não vai dar outra vez,
E eu fico sempre à espera para que eu possa tentar,
E às vezes não temos nada a perder
Mas é difícil quando não se sabe o que se quer.

Dia seguinte, "devagar.
Vamos de novo vamos tentar.”
Mas há sempre algo que falha...

Bates o pé, não tens vagar
e eu começo a desconfiar...
Erguem-se os escudos da batalha.

Sentimentos, pensamentos,
que tudo pode resultar.
Contratempos, por momentos,
eu deixo de acreditar.

E ela diz que não vai dar outra vez,
E eu fico sempre à espera para que eu possa tentar,
E às vezes não temos nada a perder
Mas é difícil quando não se sabe o que se quer.

E agora venha o que vier,
vamos tentar e se não der...
Não temos nada a perder,
Mas é difícil quando não se sabe o que se quer!
Track Name: Ressaca
A noite só começou mas já bebi demais,
mas não me importa,
Hoje é p’ra desgraça,
Manda vir mais.

Hoje vou-me esquecer das miúdas
que me deram tampa...
E também das miúdas que não apalpei
que foram muitas, pensando bem.

E agora que já estou alcoolizado,
pego no telemóvel e vejo se ainda tenho saldo.
Escrevo uma declaração à minha ex-namorada,
tento fazer sentido, mas já não vejo nada.

Adeus,
Hoje não durmo em casa.
Vou curar a ressaca numa rua qualquer.

Adeus,
Vou andar pelos cantos,
descobrir os recantos,

Hoje à noite em Santos.